(19) 3814-3400 (Recepção)
(19) 3814-3400 (Recepção)

Fake News? Fique longe!

Quem nunca viu notícias na internet e pensou será que isso é real? Muitas vezes tantas pessoas repassam a notícia que nós acabamos achando que é verdadeiro por ver em todo lugar. Isso acontece com diversos assuntos e a medicina também é muito atingida pelas chamadas Fake News. 


Quando falamos em saúde, pode ser muito perigoso confiar e compartilhar notícias falsas, e para que você não passe por isso, vamos te ajudar a identificar fontes que tenham credibilidade. 


Sabemos que quando se trata de notícias sobre saúde, elas costumam ter um apelo familiar, o que faz com que as pessoas tenham mais vontade de compartilhar, já que ficam preocupadas com seus familiares. Mas especialistas dizem que o hábito pode estar colaborando, por exemplo, para a queda dos índices de vacinação e para o aumento da desinformação sobre doenças, medidas de prevenção e tratamentos.


Às vezes é bem difícil saber em que notícias confiar, mas observando alguns detalhes dá para se informar com mais segurança. Siga essas dicas antes de ler ou compartilhar mensagens:


1)  Priorize fontes oficiais e reconhecidas, é muito difícil que familiares e amigos saibam mais sobre doenças do que médicos e instituições de saúde.


2)  Cheque se mais de uma fonte publicou a mesma informação, pesquise. Se a notícia for verdadeira, é provável que outros veículos de imprensa confiáveis também a estejam reproduzindo; 


3)  Seja crítico com vídeos e fotos, afinal esses conteúdos podem ser editados ou manipulados sem que você consiga perceber;


4)  As redes sociais e aplicativos de mensagens estão ao alcance de pessoas mal-intencionadas, com interesses comerciais e políticos, por isso, não confie em fontes anônimas, dados sem fontes e textos, fotos ou vídeos sem data;


5)  Repasse áudios somente se você conhecer quem os gravou e tiver verificado a informação. Lembre-se que narrações falsas e com apelo emocional são perigosas;


6)  Tenha responsabilidade, se tem dúvidas sobre o conteúdo, não compartilhe.


Com tantos casos de Fake News acontecendo, o Ministério da saúde criou o site www.saude.gov.br/fakenews para checar a veracidade de notícias que circulam na internet. Eles também disponibilizam o número de telefone (61–99289–4640) para checar informações sobre vacinas, tratamentos de obesidade, diabetes, câncer e restrição alimentar.


Agora você já sabe como se livrar das Fake News, não se deixe levar por notícias falsas. 

Gostou dessas dicas? Cadastre-se e receba mais notícias e novidades sobre saúde e bem-estar.