Hospital 22 de Outubro

hospital22deoutubro

Medicina Diagnóstica

Endoscopia Digestiva > Endoscopia Digestiva Alta (EDA)

Endoscopia Digestiva Alta (EDA)

A Endoscopia Digestiva Alta (EDA) ou Esofagogastroduodenoscopia é um procedimento que possibilita a visualização do esôfago, estômago e duodeno. A EDA é muito útil no diagnóstico de diversas doenças destes órgãos e também pode ser utilizada para diversos procedimentos, como controle de sangramento de úlceras ou varizes no esôfago.

Como é feito:

O paciente que vai ser submetido à Endoscopia Digestiva Alta recebe uma anestesia tópica por spray na língua e na garganta e um sedativo endovenoso para dormir durante o procedimento. O Endoscópio é um tubo flexível com uma câmera na extremidade. O equipamento é introduzido pela boca e progride suavemente pelo esôfago, estômago e duodeno. À medida que for introduzindo o aparelho, o médico consegue visualizar o órgão através de imagem em vídeo.

Com o aparelho no sistema digestório, o médico pode analisar visualmente as estruturas e realizar os procedimentos necessários, tanto para diagnóstico (biópsia e pesquisa da bactéria Helicobacter Pylori, por exemplo) como para tratamento (esclerose ou cauterização de úlcera sangrante, por exemplo).

Ao término do procedimento, encerra-se a sedação e o paciente deverá permanecer em observação no hospital por algumas horas.

É um procedimento indolor e dura de 15 a 20 minutos.

Indicações:

  • Dor abdominal alta persistente;
  • Dificuldade e/ou dor para engolir;
  • Sintomas de refluxo gastroesofágico;
  • Vômitos persistentes de causa desconhecida;
  • Vômitos com sangue;
  • Sangramento gastrointestinal oculto;
  • Acompanhamento de câncer no esôfago, estômago ou duodeno;
  • Pesquisa de anemia de causa desconhecida;
  • Avaliação de lesão aguda após ingesta de produtos cáusticos.

Contraindicações:

  • Não há contraindicação absoluta, mas existem alguns cuidados que devem ser tomados dependendo das condições do paciente. Neste caso, tais  precauções serão informadas pelo médico.

Preparo:

  • Jejum absoluto de 10 a 12 horas antes do exame (inclui líquidos e água);
  • Não vir ao hospital dirigindo qualquer tipo de veículo automotor, nem ser passageiro em moto;
  • Não ingerir medicamentos antiácidos no dia anterior e no dia do exame.

Tempo de espera para o laudo: de 2 a 3 dias úteis (sem biópsia) / de 7 a 10 dias úteis (quando necessário biópsia).

Contate o setor: (19) 3814.3405 | 99972.9743

Médico Responsável: Dr. Carlos Eduardo Gzvitauski | CRM-SP: 60265